sexta-feira, 17 de junho de 2016

A morte do cão Bob gera revolta em Heliópolis SP

Testemunhas dizem que Bob foi baleado na cabeça por policial militar em viatura que se irritou com latido;


Bob tinha 4 anos, vivia cercado de crianças e era um dos mascotes da favela de Heliópolis (SP). 
O cão não tinha casa nem dono, mas ganhava mimos dos moradores.
 Na noite de sábado (11), Bob brincava perto de duas crianças, por volta das 20h, quando correu atrás de um carro da polícia enquanto latia.
De acordo com testemunhas que pediram anonimato, um policial se irritou com a situação, sacou uma arma e fez um disparo fatal na cabeça do cão. “A mesma viatura já tinha passado umas três vezes pelo local”.

Na quarta, um dos policiais sacou a arma de dentro da viatura e deu um tiro só na cabeça dele. Foi muita maldade", disse uma das testemunhas. 
A Polícia Militar informou que, na noite de sábado, fez patrulhas em áreas próximas a bailes que ocorriam em Heliópolis para "prevenir crimes e garantir o sossego da população". O órgão, porém, disse que "não há registro de animais feridos."

Fonte BOL/BBC_Brasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário